AGENDA DE OUTUBRO - 2013


AGENDA DE OUTUBRO - 2013
12 de outubro
Nossa Senhora da Conceição Aparecida

01/out - Sábado
9h – Reunião de Pregadores
Local: Igreja São José da Lagoa

12/out - Sábado
8h30 às 17h – Formação para Coordenadores e Núcleos
Local: Igreja São João Batista – R.Voluntários da Pátria, 287

13/out – Domingo
8h30 às 13h – Formação para Coordenadores e Núcleos
Local: Igreja São João Batista – R.Voluntários da Pátria, 287
(OBS.: A Reunião de Dirigentes será no sábado dia 12/out no mesmo local da Formação)

16/out – Quarta-feira
15 h - TARDE COLETIVA DE ORAÇÃO POR CURA E LIBERTAÇÃO
Local: Basílica da Imaculada Conceição - Praia de Botafogo  266 - Botafogo

19/out – Sábado
9h às 11h – REUNIÃO DO MINISTÉRIO DE INTERCESSÃO
Local:  Igreja São João Batista – R.Voluntários da Pátria, 287

31/out – Quinta-feira
17h - ADORAÇÃO
18h - CELEBRAÇÃO
Local:  Capela da Casa da Criança – Rua Fernandes Figueira 85 – Botafogo



Graça e Paz da Parte de Deus, nosso Pai, e da parte do Senhor Jesus Cristo!
BLOG: RCCVSUL.BLOGSPOT.COM

Chamados pelo Amado - 2013



No dia 22 de setembro, tivemos mais um grande e rico encontro - Chamados pelo Amado.  Momento para encontrar vários amigos,  trocar experiências, e juntos vivenciar o Amor.

Confira as fotos






A luta pela vida vai ganhar as ruas do Rio de Janeiro



O próximo dia 5 de outubro será uma data histórica para o Rio de Janeiro. As ruas do centro serão tomadas por uma manifestação popular diferente. Desta vez, estará em pauta o maior direito de cada ser humano: o direito à vida, desde sua concepção. Neste dia, acontece a I Caminhada em Defesa da Vida, uma realização do Movimento Nacional da Cidadania pela Vida – Brasil sem Aborto. O evento é uma oportunidade única para que cada cidadão, sobretudo os cristãos, diga NÃO às milhares de vidas inocentes ceifadas no Brasil.

A I Caminhada em Defesa da Vida conta com o apoio da Arquidiocese do Rio, da Pastoral Familiar, da Fenasp, da CEERJ e do Instituto Eu Defendo, fundado por Márcio Pacheco. Católico atuante na Igreja do Rio de Janeiro e deputado estadual, Márcio Pacheco tem travado grandes lutas em defesa da vida na Assembleia Legislativa do estado do Rio de Janeiro – Alerj. Uma das revindicações da Caminhada é a aprovação do Projeto de Lei 416/2011, cujo Márcio Pacheco é coautor.

Se aprovado, o projeto vai instituir no âmbito do estado do Rio de Janeiro o Programa Estadual de Combate ao Aborto e Abandono de Incapaz, modelo pioneiro no Brasil que tem dado certo em países como a França. “Tenho consciência de que essa discussão é realizada em instância federal, não posso mudar a legislação do país tão pouco a constituição, mas me comprometi a dar as mães que não querem abortar o direito de optar pela vida e serem amparadas pelo estado. Se isso acontecer, vamos mudar a história do Rio de Janeiro, em favor da vida”, pontua Márcio Pacheco, que vai participar da Caminhada, no dia 5/10.

Para escrever o projeto com outros deputados, Márcio Pacheco tomou como referências parâmetros legais, mas também se apoiou nas palavras de Madre Teresa de Calcutá, que diz: “Não pararemos enquanto for possível encontrar nas nossas cidades uma mulher que diga: Eu abortei porque não encontrei quem me ajudasse”. O deputado tem convocado todo o povo católico para rezar pela aprovação do projeto. Recentemente, no dia 11 de setembro, o PL 416/2011 passou por votação na Alerj, recebeu 12 emendas e ainda voltará em segunda discussão. É preciso intensificar as orações.

“Esta lei, se aprovada, será fundamental para nossa sociedade. Vamos lutar juntos para que esta boa proposta avance na Assembléia Legislativa do estado Rio de Janeiro (Alerj). Há muitas mulheres que precisam que este projeto seja aprovado”, conclama Dom Antônio Augusto, bispo auxiliar da Arquidiocese do Rio, que estará presente na Caminhada, cuja concentração está marcada para às 9h, na Igreja da Candelària.

O PL 416/2011 visa autorizar ao poder executivo a criação ou o custeio de casas de apoio à vida, que podem ser instituições religiosas ou não. Nestas casas, as gestantes vão receber apoio psicológico, social e assistência pré-natal. Se ao final da gestação a mulher rejeitar o filho, a criança será devidamente encaminhada para adoção. Centenas de mortes podem ser evitadas.

Presença confirmada na I Caminhada em Defesa da Vida, a cantora Elba Ramalho já viveu “na pele” as marcas provocadas por um aborto. Após encontrar na Igreja católica apoio e perdão, a cantora, aconselha jovens gestantes a não praticarem o aborto, para ela, um “crime hediondo”. “Sou a favor da vida humana. Lutamos pelos fetos dos pássaros, das tartarugas e das baleias, mas não lutamos pela vida da nossa própria espécie, que é um dom divino. Temos o privilégio de ter o Márcio Pacheco como o grande defensor da vida na Alerj. Estamos com ele neste trabalho em favor da vida”, declara a cantora.

Aqui você encontra as artes de divulgação da Caminhada em Defesa da Vida, para fazer download, imprimir e levar mais gente pra caminhada.

caminhadavidario.blogspot.com.br/p/downloads.html